O Bloco da Lama em seu 27º ano de vida, saiu pelas ruas do bairro Pontal e Jabaquara, com sua performance remetendo aos primórdios de nossa origem, trazendo efeitos especiais de sinalizadores junto ao andor principal, como referencial da tribo da lama.

Aproximadamente 3 mil pessoas entre espectadores e participantes curtiram o bloco em 2013, que teve a cobertura da imprensa local como estrangeira, de países como França e China.

Aproveitamos para agradecer o apoio da prefeitura municipal de Paraty na figura do secretário de cultura e sua equipe.










Em Paraty, cidade localizada ao sul do estado do Rio de Janeiro, com arquitetura histórica do século XVIII, um bloco formado por seres, quase pré-históricos, sai pelas ruas de pedras e abre o carnaval, garantindo quatro dias de folia e muita alegria. O Bloco da Lama surgiu em 1986, quando dois amigos, alguns dias antes do carnaval, estavam capturando artesanalmente caranguejo no mangue do Jabaquara, a 2 km do Centro.

No mangue existe uma grande quantidade de insetos, entre eles mosquitos, muriçocas e mutucas. Para protegerem-se das picadas os rapazes passaram lama por todo o corpo. Num determinado momento olharam um para o outro e perceberam que estavam irreconhecíveis. Então combinaram, que convidariam mais alguns amigos, e que, no sábado de carnaval sairiam pelas ruas do Centro Histórico cobertos de lama e ornamentos naturais. O sucesso foi total: as pessoas do local ficaram surpresas, e turistas mesmo apavorados, queriam ver de perto aqueles seres com características pré-históricas. No ano seguinte um grupo maior se reuniu, formando um bloco representando uma tribo pré-histórica. O objetivo era espantar os maus fluídos para que o carnaval acontecesse em alto astral.










Untitled Document
 
 
 




Untitled Document
Home Historia Tese Clipping Institucional Galeria de Fotos Contato